Escassez – Porque ter tão pouco significa tanto

Escassez – Porque ter tão pouco significa tanto

Escassez – Porque ter tão pouco significa tanto

A escassez pode roer mais do que apenas a sua barriga. Mullainathan e Shafir argumentam que a escassez – seja de alimentos, tempo ou qualquer outra coisa – muda a forma como pensamos. Ao nível pessoal, incidir sobre o que está faltar induz padrões irracionais de pensar, muda o comportamento de uma pessoa e prepara armadilhas que brotam mais tarde.

“A Escassez captura a mente”, escrevem os autores, um economista e um psicólogo . Na pesquisa sobre a fome na década de 1940 , os voluntários que comeram muito pouca comida durante meses não perderam apenas peso. A suas atitudes mudaram. Começaram a falar sobre livros de receitas e recitando menus de restaurantes. Depois de assistir a um filme, muitos não se conseguia lembrar do enredo, mas lembrou-se do que cada personagem comia.

Fome e outros tipos de escassez induzem uma mentalidade que engole porções excessivas da capacidade cognitiva numa pessoa ( SN: 12/1/12 , p 17. ). Nem sempre é mau: Escassez pode aprimorar o enfoque. A falta de tempo, por exemplo, pode levar um aluno a escrever uma dada palavra antes do termo do prazo. Mas essa concentração envolve um tipo de pensamento em túnel que pode ser arriscado.

scarcity9780805092646

O tempo é escasso para os bombeiros, por exemplo, com consequências por vezes fatais. Cerca de um quarto das mortes de bombeiros no activo entre 1984 e 2000 não foram causadas por incêndios, mas por acidentes de viação, e a maioria dos que morreram não usavam o cinto de segurança. Os bombeiros enfrentando uma lista de tarefas a caminho de um incêndio podem perder de vista as questões fora do seu “túnel” de concentração.

Os autores afirmam que a escassez muitas vezes explica porque as pessoas fazem escolhas erradas, como pessoas pobres contrairem empréstimos do payday. Mullainathan e Shafir retratam essas distorções no pensamento não através de imagens do cérebro, mas por meio de testes simples que revelam quando as pessoas não estão pensar correctamente. Agricultores na Índia, por exemplo, sairam-se mal nos testes de QI nos meses de ansiedade que antecedem a colheita, sendo que se sairam melhor com menos coisas nas suas mentes.

Traduzido de: https://www.sciencenews.org/article/scar
city

 

No comments.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: