Astrónomos descobrem centenas de novos pulsares

Astrónomos descobrem centenas de novos pulsares

Astrónomos descobrem centenas de novos pulsares

Astrónomos do rádio-telescópio esférico de abertura de quinhentos metros (FAST) descobriram 201 pulsares, incluindo atualmente os pulsares mais fracos que não podiam ser detectados por outros telescópios, pulsares coincidentes com remanescentes de supernova, pulsares de 40 milissegundos e 16 pulsares binários.

A FAST está localizado na depressão de Dawodang, uma bacia natural no condado de Pingtang, Guizhou no sudoeste da China.

Possui a maior área de captação de ondas de rádio, com uma abertura de 300 m de diâmetro, e está montado junto com o receptor de 19 feixes que possui uma temperatura do sistema de cerca de 20 K.

O FAST é atualmente o radiotelescópio mais sensível para descobrir pulsares fracos, pulsares distantes ou pulsares em sistemas binários.

Como a maioria desses objetos nasceu no disco da Via Láctea e, portanto, sua distribuição está concentrada no plano galáctico, a equipe FAST projetou o levantamento Instantâneo do Pulsar do Plano Galáctico (GPPS).

Procuraram por pulsares na faixa de latitude galáctica de + -10 graus do plano galáctico, com a maior prioridade dada ao disco galáctico interno dentro da latitude galáctica de + – 5 graus.

Até agora, o GPPS pesquisou cerca de 5% do céu planeado e descobriu 201 pulsares. Neste estágio inicial do projeto, este é um total impressionante ”, disse o professor Richard Norman Manchester, astrônomo da CSIRO Astronomy and Space Science Australia, que não esteve envolvido no estudo.

Ler mais em: sci-news

 

No comments.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: