FA/MZPT separam-

From Futuragora Wiki
Jump to navigationJump to search

Foi realizada uma A.G. a xx no qual compareceram dois ou três associados regulares da FA. Ficou decidido que haveria uma nova direcção encabeçada pelo João Santos e que o restauro da sede fosse um projecto prioritário. Ficou acordado que seria elaborado um plano concreto para tal projecto.

Começaram actividades nesse sentido encabeçadas por J Santos quanto ao restaura da sede. Durantes 2 fds houveram eventos no sentido de se tentar rebocar as paredes. As condições para a obra foram asseguradas com 6 idas ao leroy merlin e respectiva compra de material (+300€). Logo no segundo fds as coisas começaram a correr mal quando após os trabalhos, J santos responsável pelo projecto não garantiu que as coisas que mexeram e sujaram não fossem repostas. Ficou loiça por lavar, as escadas sujas, coisas retiradas dos seus locais onde são necessárias, e tomadas iniciativas sem acordo prévio, como abrir roços para passar cabos e tirar ombreiras.

Nesse sentido foi enviado um email a J. Santos a solicitar o acordo prévio em decisões importantes, ao qual n se obteve resposta. Foi também contactado Tiago Branco no sentido do planeamento da instalação eléctrica facto que foi alinhavado.

No entanto no fds seguinte foram tomadas iniciativas como: mudar a finalidade (temporaria) das salas, abrir novos roços nas parede, novo plano eléctrico, nova disposição finalidade das salas, arrancar plantas do 1º, abrir roço no primeiro, arrancar ombeiras. Perante tal facto e por imcumprimento do estabelecido Rolando solicitou que as obras fossem suspensas até que fosse realizado um plano.

J santos não respondeu o que fosse, informando que ainda n se tinha decidido. Razão pela qual foi informado que enquanto presidente deveria responder com diligência. Recorde.se que foi eleito mas no entanto nem assegurou que o evento da reutilizar com arte se realizasse com sucesso. Totalmente inertes, J Santos, tiago branco tomaram a inciativa de enviar um mass mail com um comunicado em nome do movimento zeitgeist sobre a parceria MZPT/FA e fazendo ataques pessoais contra o rola do.

Convocaram uma reunião MZ para falar da parceria e para jukgar as atitudes do rolando e onde decidiram que iria ser cancelada a parceria. Decidiram sem seguir um qualquer processo e apenas com 5% de quorum e sem aprovação da coordenação do MZ.

A razão porque tal reunião foi convocada foi no sentido de tentar legitimar as atitudes de T branco e joao santos em prejudicar a FA, não śo pela inércia como acções praticadas contra os fins da FA.

Não foi a parceria cancelada informando a FA. O site do mz tinha dias antes destes acontecimentos e com conhecimento do suposto presidente da FA, retirado as referencias à associação do seu site. Tal facto violou a parceria existente e deveria ter sido comunicada. Perante tal facto a FA deu sem efeito a parceria, como de seu direito.

Existia uma tenda que estava sob a responsabilidade do Rolando e que a tinha guardada junto do Miguel. Na semana seguinte ao abandono do restauro da sede, Tiago branco e joão santos foram buscar a tenda ao miguel não informando rolando disso Recorde-se que a tenda estava destinada ao evento da reutiliza com arte. E perante tal acção, foram eviados varios emails solicitando a tenda e outros recursos par o evento. Nenhum dos pedidos foi atendido.

Foi respondido que o rolando poderia não devolver a tenda, quando, até essa data ele era responsável pela tenda. Invocou J santos que a tenda foi comprada pelo jasmim e portanto a FA não podia ter a tenda. A tenda comprada pelo jasmim foi relevante porquanto, dario terá informado joão santos que rolando não terá comprado a tenda. Dias a antes dario tinha enviado um email que informava precisamente o contrário. Dario argumentou falsidades que tinha conhecimento directo. A tenda foi comprada pelos jasmim e pelo rolando. recorde-se que dario já tem algum historial na argumentação falsa desde logo quando viola os próprios protocolos do MZ ao ser coordenador moderador do movimento z em pt e do site .org.

Ao impedirem o acesso à tenda por parte da FA, a mesma ficou lesada na sua organização e rolando na sua honra pela invocação de factos falsos.

Com estes factos é de sugerir que a FA não volte a colaborar com o MZPT e que os simpatizantes/associados Tiago Branco, Dario Figueira e João Santos expulsos da associação.

João Santos

João Santos Eu na qualidade de Presidente em funções da Futuragora, solicitei que se removesse o link entre ambas as organizações porque não tendo a Futuragora, actividade real efectiva estava a atrair ao engano os membros activos do Zeitgeist e a prejudicar este movimento ao perder potências membros, impedindo que ambos realizassem algo de produtivo fosse em conjunto ou em separado. Quem pretender pedir satisfações, terei o prazer de esclarecer os interessados pessoalmente.


João Santos

   O Dário disse-me que a tenda foi paga e trazida da loja pelo Jasmim para o Zeitgeist Lisboa, logo não é da Futuragora, apesar de poder ser utilizada por esta. Qual é a dificuldade de perceber isto?