O que é o Movimento Zeitgeist

From Futuragora Wiki
Jump to navigationJump to search

Um pouco por todo mundo nota-se um crescendo de pessoas que concluem que algo de muito errado se está a passar com o nosso planeta. Está a crescer uma nova consciência que vê o planeta como um único organismo.

As acções que tomamos num canto do mundo têm repercussões noutros cantos do planeta. Segundo a cultura popular, a teoria apresentada do efeito de borboleta, o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas e, assim, talvez provocar um tufão do outro lado do mundo.

Se por um lado o mundo vive tempos difíceis de destruição ambiental e miséria humana, por outro, surge uma nova consciência que começa a identificar as causas e não apenas os sintomas da sociedade decadente em que vivemos.

A missão do Movimento Zeitgeist é exactamente promover a sustentabilidade e uma aproximação objectiva e técnica aos grandes desafios da humanidade.

O Movimento prossegue a consciência, advogando uma evolução fluida e progressiva, tanto a nível pessoal, como social, tecnológico e espiritual. Reconhece que a espécie humana caminha naturalmente para a unificação, com base num entendimento comum e empírico de como a natureza funciona e, de como nós, humanos, fazemos parte integrante deste processo a que chamamos "vida". Embora este caminho exista, ele encontra-se infelizmente obstruído e ignorado pela maioria populacional humana, que continua a perpetuar modos de conduta e instituições antiquadas e degenerativas. É esta irrelevância intelectual que o Movimento Zeitgeist espera ultrapassar graças à educação e à acção social.

O objectivo é rever a sociedade de hoje de acordo com os conhecimentos actuais, não só fomentando a consciência quanto às possibilidades tecnológicas e sociais existentes como também providenciar um caminho para ultrapassar estes elementos perpetuados por um sistema social obsoleto.

A sociedade moderna tem acesso a tecnologias de ponta e pode disponibilizar comida, roupa, alojamento e assistência médica, pode actualizar o nosso sistema de educação, e desenvolver um fornecimento ilimitado de energia renovável e não-poluente. Desta forma poderemos fornecer um modelo de uma economia eficiente onde todos podem desfrutar de um elevadíssimo padrão de vida com todas as vantagens de uma sociedade altamente tecnológica.

Para tal o Movimento Zeitgeist defende uma aproximação científica aos problemas sociais. A fome, as guerras, as desigualdades sociais ou a destruição do ambiente são apenas alguns dos desafios que enfrentamos como espécie. A sua resolução não depende das políticas que iremos adoptar mas da aproximação objectiva às suas causas.

Quando deixamos o método científico entrar no próprio design e construção da sociedade torna-se clara a forma de agir e a falta de onús decisório na abordagem aos verdadeiros problemas da sociedade de hoje. Referimo-nos à aplicabilidade universal das aproximações e métodos da ciência.

"Ciência é muito mais uma maneira de pensar do que um corpo de conhecimentos." - Carl Sagan

Falamos de um método de chegada ao conhecimento, não de decisões aleatórias sobre ele mesmo. Um método que segue o modelo de observação, pergunta, hipóteses, verificação de hipóteses, conclusões, documentação e descoberta, voltando ao início com novas perguntas.

E é por isso que o Movimento Zeitgeist não é um movimento político, nem tão-pouco reconhece nações, governos, raças, religiões, credos ou classes. Estas distinções são incoerentes e obsoletas, estando longe de serem factores positivos para o verdadeiro desenvolvimento e potencial humano. As bases sócio-económicas actuais assentam na divisão de poder e na estratificação, não na igualdade e união que são os nossos objectivos. Se é importante perceber que tudo na vida é o resultado de um progresso natural, devemos também reconhecer que a espécie humana tem a capacidade de reduzir drasticamente ou paralisar este progresso, através de estruturas sociais obsoletas, dogmáticas e, consequentemente, desalinhadas da própria natureza. O mundo a que assistimos hoje, repleto de guerra, corrupção, elitismo, poluição, pobreza, doenças epidémicas, abusos dos direitos humanos, desigualdade e crime é o resultado dessa mesma paralisia social.

Portugal, tal como os restantes povos e países deste planeta enfrentam um sistema decadente que poderá levar à inevitável destruição deste planeta. Retenha-se, por exemplo, uma geração não pode consumir mais do que leva esses recursos a renovarem-se durante essa mesma geração,. É por isso que o Movimento Zeitgeist é uma organização rumo à sustentabilidade e ausência de escassez.

Os problema que o nosso país atravessa não são nossos, são do planeta. Aliás só há um tipo de problema verdadeiro, o problema que é comum a toda humanidade. O resto são problemas subjectivos. Não mais poderá este mundo ser governado de uma forma aleatória, opinativa ou consumista. Chegámos a um ponto na nossa nação, na humanidade em que dispomos da tecnologia, dos recursos necessários para transformar este país e este planeta num paraíso. Apenas depende de uma decisão colectiva.

Essa decisão colectiva assenta na consciência e conhecimento que todos os cidadãos deste planeta devem ter. Uma consciência global rumo à sustentabilidade e eliminação da escassez.

O Movimento Zeitgeist é um movimento de consciencialização e como tal tem uma vida própria em constante mutação e actualização. Defende um equilibro dinâmico no qual as nossas acções, produções, obras e decisões serão sempre melhoradas com o melhor conhecimento, em vista à máxima eficiência e sustentabilidade.

Artigo escrito por Rolando Cardoso com base em documentação sobre o Movimento Zeitgeist e o Projecto Vénus

Blog Zeitgeist Portugal

Em 2009 activistas do MZ inciaram um blog com o nome de Vozlivre. Mais tarde em 2011 o blog passou a designar-se Zeitgeist. Nesse blog publicam-se noticias de acordo com o espirito dos tempos.

Link: http://zeitgeist.pt/blog

Projecto: Zeitgeist.pt